Sigilo Total e Absoluto!

Disfunção Erétil

Disfunção Erétil

disfuncao eretil 150919

A disfunção erétil (impotência) é a incapacidade de obter e manter uma ereção firme o suficiente para o sexo.

 Se a disfunção erétil é um problema contínuo, pode causar estresse, afetar sua autoconfiança e contribuir para problemas de relacionamento. Os problemas para obter ou manter uma ereção também podem ser um sinal de uma condição de saúde subjacente que precisa de tratamento e um fator de risco para doenças cardíacas.

Os sintomas de disfunção erétil podem incluir:

  • Problemas para obter uma ereção
  • Problemas para manter uma ereção
  • Desejo sexual reduzido

Quando consultar um médico

Consulte o seu médico se:

Você tem preocupações com suas ereções ou está enfrentando outros problemas sexuais, como ejaculação precoce ou retardada

Você tem diabetes, doença cardíaca ou outra condição de saúde conhecida que pode estar relacionada à disfunção erétil

Você tem outros sintomas junto com disfunção erétil

Causas físicas da disfunção erétil

Em muitos casos, a disfunção erétil é causada por algo físico. As causas comuns incluem:

  • Doença cardíaca
  • Vasos sanguíneos obstruídos (aterosclerose)
  • Colesterol alto
  • Pressão alta
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Síndrome metabólica - uma condição que envolve aumento da pressão arterial, altos níveis de insulina, gordura corporal na cintura e colesterol alto
  • Mal de Parkinson
  • Esclerose múltipla
  • Certos medicamentos prescritos
  • Uso do tabaco
  • Doença de Peyronie - desenvolvimento de tecido cicatricial dentro do pênis
  • Alcoolismo e outras formas de abuso de substâncias
  • Distúrbios do sono
  • Tratamentos para câncer de próstata ou aumento da próstata
  • Cirurgias ou lesões que afetam a área pélvica ou medula espinhal

Fatores de risco

À medida que você envelhece, as ereções podem levar mais tempo para se desenvolver e podem não ser tão firmes. Você pode precisar de um toque mais direto no seu pênis para obter e manter uma ereção.

Vários fatores de risco podem contribuir para a disfunção erétil, incluindo:

  • Condições médicas, particularmente diabetes ou doenças cardíacas
  • O uso do tabaco, que restringe o fluxo sanguíneo às veias e artérias, pode, com o tempo, causar condições crônicas de saúde que levam à disfunção erétil
  • Estar acima do peso, especialmente se você é obeso
  • Certos tratamentos médicos, como cirurgia de próstata ou tratamento de radiação para câncer
  • Lesões, principalmente se danificam os nervos ou artérias que controlam as ereções
  • Medicamentos, incluindo antidepressivos, anti-histamínicos e medicamentos para tratar pressão alta, dor ou condições da próstata
  • Uso de drogas e álcool, especialmente se você é usuário de drogas a longo prazo ou bebe muito

A DE pode ser causada por apenas um desses fatores ou vários. É por isso que é importante trabalhar com seu médico para que ele possa descartar ou tratar qualquer condição médica subjacente.

O que causa uma ereção?

Uma ereção é o resultado do aumento do fluxo sanguíneo no seu pênis. O fluxo sanguíneo é geralmente estimulado por pensamentos sexuais ou contato direto com seu pênis.

Quando um homem fica excitado sexualmente, os músculos do pênis relaxam. Esse relaxamento permite aumentar o fluxo sanguíneo através das artérias penianas. Esse sangue preenche duas câmaras no interior do pênis chamadas corpos cavernosos. À medida que as câmaras se enchem de sangue, o pênis fica rígido. A ereção termina quando os músculos se contraem e o sangue acumulado pode fluir pelas veias penianas.

A DE pode ocorrer devido a problemas em qualquer estágio do processo de ereção. Por exemplo, as artérias penianas podem estar danificadas demais para abrir adequadamente e permitir a entrada de sangue.

A disfunção erétil também pode ocorrer entre homens mais jovens. Um estudo de 2013 descobriu que um em cada quatro homens que procuravam o primeiro tratamento para DE tinham menos de 40 anos. Os pesquisadores encontraram uma correlação mais forte entre tabagismo e uso de drogas ilícitas e DE em homens com menos de 40 anos do que entre homens mais velhos. Isso sugere que as escolhas de estilo de vida podem ser o principal fator que contribui para a DE em homens mais jovens.

Uma análise de DE em homens com menos de 40 anos constatou que o tabagismo era um fator para DE entre 41% dos homens com menos de 40 anos. O diabetes era o próximo fator de risco mais comum e estava ligado ao DE em 27% dos homens com menos de 40 anos.

GRUPO MP.LIFE

www.medicinadesportiva.com.br

www.implantehormonalmasculino.com.br

www.clinicaparahomens.com.br

www.chipdabeleza.com.br

O PACIENTE DURANTE A CONSULTA PODERÁ EXPOR TODAS AS SUAS DÚVIDAS E QUESTÕES PESSOAIS COM TOTAL SIGILO.

AGENDE SUA CONSULTA